CASA DE PASSAGEM

WhatsApp Image 2020-06-24 at 10.18.18

Ministério Missões e Adoração - MMA

Casa de Passagem

O Serviço de Acolhimento Institucional – Casa de Passagem e garantir proteção integral a adultos (maiores de 18 anos)  em situação de desproteção, vulnerabilidade e risco pessoal e social, a efetivação de seus direitos fundamentais.

Tanto os usuários do serviço quanto a população que tenham conhecimento de pessoas que precisam ser atendidas, podem acionar a equipe pelo telefone (43) 99991-4568. São aceitas ligações a cobrar. Pessoas que estão em situação de rua e que desejam receber o acolhimento também podem procurar pessoalmente o Centro de Referência Especializado para População de Rua (Centro POP). O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, na Rua Dib Libos, 25. O telefone do local é o 3378-0417

Casa de Passagem

Av. Abélio Benatti, 4611 - Jd Shangri-la, Londrina PR

(43) 3328-8872

casa.passagem@associacaomma.org.br

EM RESPOSTA AO EDITAL 003/19 ACESSUAS, SEGUE A CLASSIFICAÇÃO FINAL DO PROCESSO SELETIVO/ACESSUAS, BEM COMO OS APROVADOS NO MESMO.

Todos os classificados ao preenchimento das vagas serão comunicados por email, com a lista de documentação a ser apresentada.
O não comparecimento do candidato para assinatura do contrato no prazo determinado acarretará a perda do direito à contratação.
A contratação fica condicionada à realização de inspeção de saúde por médico credenciado pela medicina do trabalho.
Os candidatos classificados, excedentes às vagas atualmente existentes, serão mantidos em cadastro durante o prazo de validade do Teste Seletivo e poderão ser convocados em função da disponibilidade de vagas futuras, ficando sob sua responsabilidade o acompanhamento das convocações por meio do MMA – Ministério de Missões e Adoração Interdominacional do Brasil ocorridas durante o prazo de validade do Teste Seletivo.

DA CONTRATAÇÃO:
O prazo para contratação do presente Processo Seletivo para preenchimento das vagas descritas acima será de até 06 meses a partir da data da assinatura do contrato de trabalho.
A inexatidão ou irregularidade da documentação, ainda que verificada posteriormente, eliminará o candidato do Processo Seletivo, anulando-se todos os atos decorrentes de sua inscrição.